Cadastre-se
Esqueceu a senha?
Entrar
Pela 3ª vez consecutiva, Renato Ambrósio Jr. é indicado a Power List 2018
11 Maio 2018 | Categoria: Oftalmologia geral
WhatsApp Facebook Twitter LinkedIn Send
A - A +
Enviar por E-mailX

Você pode enviar este conteúdo para até três amigo(a)s ao mesmo tempo.

+ 1 Amigo(a)

+ 1 Amigo(a)

Enviar Conteúdo
The Ophthalmologist divulga a lista das 100 pessoas mais influentes do mundo da oftalmologia
Data:
Cidade:
A Power List 2018 inclui cirurgiões, cientistas, engenheiros e CEOs, que tiveram seus trabalhos destacados durante todo ano, e pela terceira vez consecutiva tivemos o Brasil representado por Renato Ambrósio Jr.
Com mais de 350 publicações científicas e mais de 50 premiações no Brasil e no mundo, Ambrósio Jr., hoje atua como diretor de Córnea e Cirurgia Refrativa no Instituto de Olhos Renato Ambrósio, além de fazer parte do corpo docente dos cursos de Pós-graduação (latu sensu) em Oftalmologia da PUC-RJ e da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, atuando como professor de córnea e cirurgia refrativa. Desde 2011, ele também é professor associado da Pós-graduação (stricto sensu) em Oftalmologia da UNIFESP. Recentemente foi aprovado como Professor de Oftalmologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).
Esse reconhecimento motiva Ambrósio Jr.  a continuar trabalhando de forma honesta e dedicada para ajudar aos seus pacientes e tentar contribuir para a oftalmologia brasileira. Essa lista é feita por votação dos leitores dessa revista inglesa, sendo bastante rigorosa em seus critérios de votação. Na primeira vez, em 2014, ficou listado em 11º lugar, não conhecia a revista que era relativamente nova. 

Como é realizado?
Pela terceira vez que a revista inglesa The Ophthalmologist fez o mapeamento das 100 pessoas mais influentes do mundo na Oftalmologia. A lista é aberta e é feita por votação na internet pelos leitores da revista que se distribuem em todo o mundo. A lista inclui oftalmologistas clínicos, cirurgiões, cientistas, engenheiros e até CEOs relacionados com mundo da Oftalmologia. Enquanto qualquer lista como esta pode ser questionada quanto à sua validade e representatividade, Mark Hillen, editor-chefe da revista e idealizador da Power List coloca: "Percebemos que nossas Power Lists nunca serão definitivas. Mas quem pode argumentar que estes nomes, alguns novos e outros já familiares, não destacam o brilhantismo e a diversidade encontrados nesta especialidade fantástica, sendo 100 motivos de orgulho para a Oftalmologia mundial?? Foi observada uma disseminação global dos membros da lista pois, quase metade vem dos EUA e quase quatro em dez da Europa (embora o status dos 16 por cento do Reino Unido como "europeus? possa ser debatido em breve). Se calcularmos o índice de listados per capita, os três primeiros países seriam Suíça, Cingapura e Reino Unido.


Fonte: Visare Rio

Comentar esta matéria

Comentários X

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.
Enviar Comentário