Mondo Iris Mondo Iris

Oftalmo Music completa uma década

Tempo de leitura: 5 minutos
A união entre a oftalmologia e a música gerou o projeto Oftalmo Music, um grande show musical – da Doctors Band (uma banda composta por médicos) – que acontece anualmente no cenário paulistano. A ideia foi criar um evento social entre oftalmologistas de São Paulo e região, em uma noite agradável com boa música e, além disso, com o objetivo de realizar uma boa ação – a arrecadação do dinheiro do evento vai para uma instituição beneficente. 
Médicos por profissão, músicos por paixão, a Doctors Band nasceu do encontro do instinto musical com a dedicação em busca da música de qualidade. Tocando juntos há 14 anos, o quarteto de “médicos/músicos”, formado por Otávio Gali (Baixo/Acústico), Fernando Chaves (Piano/Teclado), Marcelo Macedo (Sax/Flauta) e Fábio Bergamini (Bateria), sai do consultório para trazer arranjos surpreendentes de músicas no estilo MPB, Bossa Nova e Jazz aos ouvidos atentos da plateia. Temas como “Wave”, “Isnt She Lovely” e “Cantaloup Island” figuram entre as opções do cardápio da noite, na qual, muitas vezes, conta com a participação de músicos convidados, dando um toque especial às apresentações.
 
O oftalmologista Marcelo Macedo, saxofonista da banda, conta que teve a ideia de promover a Oftalmo Music quando começou a tocar à noite. “Eu tinha acabado de me formar e queria unir em um evento as minhas duas profissões, que era a de músico e a de oftalmologista. Fiquei pensando no nome e veio a ideia do Oftalmo Music, que era fazer uma confraternização através de um evento social da oftalmologia em São Paulo”, relata, salientando que o objetivo era fazer com que as pessoas se divertissem com música boa, mas com um detalhe especial: a renda da bilheteria seria revertida para alguma instituição. “Eu comecei a pensar nisso em 2009 e convenci os outros integrantes da Doctors Band, que já tocava desde a época da faculdade”, completa.
Macedo e Fernando Chaves, tecladista do grupo, que é também oftalmologista, foram os fundadores da Doctors Band, e os outros músicos se uniram depois à dupla. “O Fernando é meu parceiro já há muitos anos e nós conversamos sobre o evento e resolvemos programar para 2010 o primeiro Oftalmo Music”, relembra o médico, comentando que a banda se apresentou na casa de shows Ton Ton Jazz & Music Bar (em Moema) e que para reverter o ganho da bilheteria contou com o apoio da indústria farmacêutica. “Foi uma noite muito legal, o show reuniu cerca de 130 pessoas, entre médicos e amigos. E o dinheiro arrecadado foi para a TUCCA (Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer)”, esclarece.
Nascimento do filho e pandemia
O Oftalmo Music deixou de se apresentar por duas vezes – uma por causa do nascimento do filho de Macedo e outra devido à pandemia da Covid-19. Este ano retorna para seu décimo show. “Conforme os anos foram passando, o evento só foi crescendo. A partir do terceiro ano, começamos a convidar cantoras para o evento, aí tivemos a Vanessa Jackson, que fez dois shows com a gente. Depois, a Fernanda Porto, que também participou de um ano com a banda, a Graça Cunha, que era do programa Altas Horas e, por fim, a Luciana Pires e a Ana Lú, que são da noite de São Paulo”, conta o médico, citando as cantoras convidadas para as apresentações. 
“Também tivemos a participação de vários profissionais renomados, um pessoal que toca com o Ivan Lins, banda do Roberto Carlos, enfim, um monte de músicos bacanas”, continua Macedo, explicando que a partir do quinto ano, o evento começou a ter uma segunda banda nos shows. “A noite começa com a Doctors Band e convidado e depois uma outra banda toca na segunda parte do show”, diz. Segundo o músico, um momento especial do Oftalmo Music foi quando tocaram no Bourbon Street. “Meu sonho era tocar nessa casa, que teve shows do BB King e tantos outros músicos famosos do mundo inteiro. Subir naquele palco foi um sonho realizado”, comemora, lembrando que na primeira passagem de som, quando pisou no local, foi um dos momentos mais marcantes para ele.
O saxofonista diz que pensa na Doctors Band tocando em uma casa de  muito grande, que abriga shows de famosos, com toda a classe oftalmológica assistindo-os. “Queremos tocar para um público cada vez maior e o mais importante é saber que o evento tem música de qualidade e que o público se diverte. Além disso, as pessoas ficam muito felizes de poder ajudar uma instituição beneficente”, avalia o oftalmologista, ressaltando que esse é o motivo pelo qual a banda nunca pensou em largar os shows. “Existe um trabalho grande de organização, mas no fundo a gente fica muito feliz de isso estar acontecendo e de ver todo mundo lá se divertindo e ajudando quem precisa”, observa. Macedo afirma que a edição deste ano do Oftalmo Music será, provavelmente, em outubro. “Não fechamos ainda o show de 2022, mas novidades virão, certamente, e a gente vai começar a organizar e depois divulgar no Instagram do Oftalmo Music”, avisa.